JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

JESUS CRISTO, O FILHO DE DEUS

Mensagem por Jaime Dias da Silva em Dom Abr 17, 2011 1:03 pm

Por: Jaime D. Silva e Júlio C. Albach.

É uma grande honra para nós, falarmos nesta oportunidade, sobre: O Justo, o Santo FILHO DE DEUS, o resplendor da sua glória e a expressa imagem da sua pessoa; o qual foi feito mais sublime que os céus, aquele que nos ama, e que em seu sangue nos lavou dos nossos pecados.
Portanto, será gratificante se pudermos de alguma forma, contribuir para o engrandecimento do seu nome, edificação da sua Igreja, na pregação do seu Evangelho.

Bom estudo, Deus te abençoe em Graça e em conhecimento.

JESUS, O FILHO DO HOMEM
“E, chegando Jesus às partes de Cesaréia de Filipo, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem?
E eles disseram: Uns João Batista, outros Elias, e outros Jeremias ou um dos profetas.
Disse-lhes Ele: E vós, quem dizeis que eu sou?
E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és O CRISTO, O FILHO DE DEUS VIVO.” Mt. 16:13-16.

Por uma questão de prudência, para não ser morto antes do tempo, o próprio Jesus em seu ministério terreno, não manifestava-se publicamente como FILHO DE DEUS. Mas, costumava se denominar: “FILHO DO HOMEM”, em concordância às promessas do Pai, feitas no princípio; as quais o manifestariam no seu Evangelho, como: Filho de Davi, filho de Abraão (Mt.1:1).

JESUS FOI, É, E SEMPRE SERÁ, “O FILHO DE DEUS”

ANTES DA FUNDAÇÃO DO MUNDO
Jesus, já era O FILHO DE DEUS. Jo. 17:5 – Cl. 1:15-17.

NA LEI E OS PROFETAS
Para Davi, Ele seria “O FILHO DE DEUS”. Sl. 2:7.
Para Isaías, Ele seria “Um menino, um filho”. (Is. 9:6); “o Emanuel – Deus conosco” Is. 7:14.
Para João Batista, Ele era “O FILHO DE DEUS”. Jo. 1:34.

NO EVANGELHO
O anjo Gabriel, o chamou: “JESUS, O FILHO DO ALTÍSSIMO”. Lc. 1:31-32.
Os demônios, o chamaram: “O FILHO DE DEUS”. Mt. 8:29.
Todos os seus discípulos, criam N’ele como: “O FILHO DE DEUS”. Mt. 14:33.
Jesus se denominou: “O FILHO DE DEUS” Jo. 10:36.
O próprio Deus, o chamou: SEU FILHO AMADO. Mt.3:17.

NO MILÊNIO
Ele continuará sendo O FILHO DE DEUS. Ap.3:5 e 21.

NO NOVO CÉU E NA NOVA TERRA
Ele estará assentado sempre ao lado do DEUS PAI, como O DEUS FILHO.
Mas, DO FILHO, diz: Ó DEUS, o teu trono subsiste pelos séculos dos séculos, cetro de equidade é o cetro do teu reino.” Hb. 1:8.

“E ali nunca mais haverá maldição contra alguém, e nela estará o trono de DEUS E DO CORDEIRO, e os seus servos o servirão”. Ap. 22:3.

A MÁ INTERPRETAÇÃO, DOS ESCRIBAS E FARISEUS
Desde o passado os escribas e fariseus, sempre rejeitaram o conselho do Espírito (At.7:51); preferindo entender os mistérios da Palavra, por conta própria. Na sua forma errônea de interpretar as Escrituras, eles questionaram a Divindade de Jesus, crucificando-o mais tarde, por não acreditar que o Senhor, era O FILHO DE DEUS e Deus junto com o Pai.
“Por isso pois os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus ERA SEU PRÓPRIO PAI, fazendo-se IGUAL A DEUS.” Jo. 5:18 .

A RESPOSTA DE JESUS
“Respondeu-lhes Jesus: Não está escrito na vossa lei: Eu disse SOIS DEUSES?
Pois, SE A LEI CHAMOU DE DEUSES àqueles a quem a palavra de Deus foi dirigida (e a Escritura não pode ser anulada).
Aquele a quem o pai santificou, e enviou ao mundo, vós dizeis: Blasfemas, porque disse: SOU FILHO DE DEUS? Jo. 10:34-36.

Sem “A REVELAÇÃO DA LETRA” esses falsos religiosos, firmaram sua interpretação apenas na “LETRA” da Palavra se esquecendo que, além dela ser limitada; A DIVINDADE DE CRISTO, era “UM MISTÉRIO OCULTO”.
“Para que os seus corações sejam consolados, e estejam unidos em caridade, e enriquecidos da plenitude da inteligência, para conhecimento do MISTÉRIO DE DEUS – CRISTO.” Cl. 2:2.

Com isso, interpretaram mal, alguns versículos que dizia:
“Não terás outros deuses DIANTE DE MIM” Êx. 20:3.

“Eu sou o Senhor, e não há outro Deus: FORA DE MIM NÃO HÁ DEUS...” Is. 45:5.

Com uma investigação apenas superficial na “LETRA”; eles concluíram: Uma vez que Deus não era homem para mentir (Nm. 23:19); logo Jesus, jamais poderia ser mais um Deus, DIANTE DE DEUS.

“Os judeus responderam, dizendo-lhe: Não te apedrejamos por alguma obra boa, mas pela blasfêmia; porque, sendo tu homem, TE FAZES DEUS A TI MESMO.” Jo. 10:33

O PERIGO DA INTERPRETAÇÃO BÍBLICA, SOMENTE NA LETRA (2º Co. 3:6); SEM O AVAL DO ESPÍRITO
Na verdade, Deus jamais mentiu; antes sim, a sua Palavra foi “MAL INTERPRETADA”.
Ele havia dito a Moisés e ao povo israelita, para não terem outro Deus “DIANTE” D’ele”.
Nesse mandamento, Deus foi bastante claro, não permitindo “OUTRO DEUS” em “OPOSIÇÃO ou CONCORRÊNCIA A ELE”.
No entanto, a mesma “LETRA” do mandamento, nada dizia que num futuro próximo, o próprio Deus, não poderia ter O DEUS FILHO, “AO SEU LADO”; conforme mais tarde aconteceu.

“Disse o Senhor (Deus) ao meu Senhor (Jesus): ASSENTA-TE À MINHA MÃO DIREITA, até que ponha os teus inimigos por escabelo dos teus pés.” Sl. 110:1.

Da mesma forma também, Deus havia dito a Isaias, que: “FORA” D’ele não há Deus.
Isto é, SEM ESTAR NELE, ou sem fazer parte do seu plano NÃO HÁ MESMO DEUS; nem antes, houve, e nem depois D’ele, haverá outro.
No entanto, a mesma “LETRA” nada dizia que, na plenitude dos tempos não poderia manifestar O DEUS FILHO, “GERADO” por Deus, antes de todas as coisas; conforme mais tarde aconteceu.

“Porque, a qual dos anjos disse jamais: TU ÉS MEU FILHO, HOJE TE GEREI? E outra vez: Eu lhe serei por Pai, e Ele me será por FILHO? Hb. 1:5.

Nota: Toda a criação de Deus foi “criada”; no entanto, seu FILHO, foi o primeiro e o último a ser “GERADO” por Ele. Cl. 1:18.
“Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus; e todo aquele que ama ao que o GEROU também ama ao que D’ele é nascido.” 1ª Jo. 5:1.

AS INTERPRETAÇÕES ENGANOSAS, NOS NOSSOS DIAS
Em nossos dias, a história torna a se repetir; pois existem um grupo de maus intérpretes da “LETRA” Bíblica, com o mesmo espírito dos escribas e fariseus do passado; querendo também ignorar a Divindade do FILHO DE DEUS; agora, pregando ao contrário: Que Jesus é o próprio Deus.
Para isto, se baseiam em alguns versículos indefinidos, os quais manobram a favor da sua teoria vã. Vejamos alguns exemplos:

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, E O VERBO ERA DEUS.” Jo. 1:1.

Aqui, os intérpretes da “LETRA” usam somente a última parte do versículo, para mostrar que a Bíblia está dizendo que o Verbo era o próprio Deus. No entanto, não são sinceros em mostrar que: O VERBO ESTAVA COM DEUS no princípio, e que também era DEUS. A questão, é óbvia: Qualquer filho, sempre esta dentro do seu pai e mãe, antes de ser gerado; no caso de JESUS, Ele também estava com Deus, da mesma forma.

Disse Jesus: “Eu e o Pai SOMOS UM” Jo. 10:33.
Neste outro caso, os intérpretes da “LETRA”, usam este verso para mostrar que Jesus e Deus não estão divididos em dois Deuses; mas, UM SÓ DEUS.
No entanto, não são sinceros em mostrar que, Jesus estava expressando neste verso, sua “UNIDADE” com o Pai, e não sua personalidade em relação a Ele.

Vejamos outro exemplo semelhante de “UNIDADE” do Pai, do Filho e da Igreja:
“E eu dei-lhes a glória que a mim me deste, para que sejam UM, COMO NÓS SOMOS UM.
Eu neles, e tu em mim, para que eles sejam PERFEITOS EM UNIDADE, e para que o mundo conheça que tu me enviaste a mim, e que os tens amado a eles como tens amado a mim.” Jo. 17:22-23.

“...Porque o Pai É MAIOR DO QUE EU.” Jo. 14:28c.
Já nesta outra passagem, Jesus estava falando, não em “UNIDADE”; mas da sua PERSONALIDADE, em relação a do Pai.

São vários os argumentos sem nexo, desse grupo de intérpretes da “LETRA”; entre eles, podemos destacar uma de suas principais afirmações, de que não existe a palavra “TRINDADE” na Bíblia. O que é verdade; mas de igual forma também, eles têm que concordar que, não há nenhum versículo nos 66 livros da Bíblia, com a palavra “BÍBLIA”; e mesmo assim, ela existe.

Este grupo, também afirma que o Pai, o Filho e o Espírito Santo não são nomes, mas títulos. Com isso, acabam usando dois pesos e duas medidas diferentes. Veja por quê.
Trazendo esta questão, sob o mesmo ponto de vista; assim como, não há versículos nas Escrituras, sobre “A TRINDADE”; da mesma forma também, perguntamos: Existe algum versículo nas Escrituras, afirmando que o Pai, o Filho e o Espírito Santo, são títulos?

Portanto amados, em quem vocês vão dar crédito? Em ventos de doutrinas vãs de homens; ou no testemunho de próprio DEUS, que de seu Filho deu?

“Quem crê no Filho de Deus, em si mesmo têm o testemunho; quem a Deus não crê mentiroso o fez; porquanto não creu no testemunho que Deus de seu Filho deu.” 1ª Jo. 5:10.

CONCLUSÃO
Biblicamente Falando, todos os que crêem em Jesus como: O filho de José, de Maria, João Batista, Elias, Jeremias, um dos profetas, Arcanjo Miguel, ou o próprio Deus Pai; ainda se encontram fora da promessa de salvação.
Pois a salvação foi dada para todos e sobre todos, os que crêem em Jesus, como o enviado e “FILHO DE DEUS”...

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu O SEU FILHO UNIGÊNITO, para que todo aquele que NELE CRÊ não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Como também, a maldição da condenação é para todos e sobre todos, os que “NÃO CRÊEM” N’Ele como O FILHO DE DEUS.

“Quem crê nele não é condenado; mas QUEM NÃO CRÊ já está condenado; porquanto não crê NO NOME DO UNIGÊNITO FILHO DE DEUS.” Jo. 3:16 e 18.

Paz seja convosco,

Jaime e Júlio
avatar
Jaime Dias da Silva

Número de Mensagens : 48
Data de inscrição : 16/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum