OS DEZ MANDAMENTOS DO EVANGELHO

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

OS DEZ MANDAMENTOS DO EVANGELHO

Mensagem por Jaime Dias da Silva em Ter Abr 05, 2011 1:39 pm

Por: Jaime D. Silva e Júlio C. Albach.

A BOA NOVA, para o homem espiritual.
“...Eis aqui vos trago novas de grande alegria, que será para todo o povo.” Lc. 2:10b.

Bom estudo, Deus te abençoe em graça e em conhecimento.

“Havendo Deus antigamente falado muitas vezes, e de muitas maneiras, aos pais (pela lei e os profetas), a nós falou-nos nestes últimos dias pelo Filho (no Evangelho). Hb. 1:1.

Em seu Ministério terreno o Senhor Jesus, direcionou aos ouvintes da sua Palavra, três tipos de mensagens:
1). As Boas Novas de salvação pela fé dirigida à multidão, pretendente a fazer parte da Igreja.

2). A mensagem dirigida aos escribas e fariseus, que recusaram a fazer parte da Igreja.

3). E os Mandamentos do seu Evangelho, direcionados aos seus Apóstolos e aos seus discípulos, que faziam e que farão parte da sua Igreja, até a consumação dos séculos.

1)- As Boas Novas, dirigida à multidão:
“ Jesus dizia pois aos judeus que criam N’ele: Se vós permanecerdes na minha Palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos.” Jo. 8:31.

“Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.” Jo. 12:48.

O Senhor foi bastante claro na sua mensagem; agregando a Graça, à obediência do seu Evangelho, ou seja: O ato de crer N’ele, implica em obedecer. Portanto, sua Graça é para todos os que ouvem, recebem e permanecem na sua Palavra.

2)- A mensagem dirigida aos escribas e fariseus:
“Mas vós não credes porque não sois das minhas ovelhas, como já vo-lo tenho dito.” Jo. 10:26.

“Porque, se vós crêsseis em Moisés, creríeis em mim; porque de mim escreveu ele.
Mas se não credes nos seus escritos, como crereis nas minhas palavras?
Jo. 5:46-47.

Jesus sempre tratou os escribas e fariseus, consoante à sua hipocrisia; por isso, se dirigia a eles na maioria das vezes, usando a lei e os profetas e não o seu Evangelho. Exemplos:
Na passagem de Mateus 22:34-40; vemos o Senhor responder-lhes sobre os dois maiores mandamentos da “lei e os profetas”.
Até hoje, as Igrejas Evang/Cristãs na sua maioria, acreditam erroneamente, que estes dois mandamentos é para se cumprir; o que não é verdade; por três razões óbvias:
a).O diálogo do Senhor, era com os escribas e fariseus, e não com seus discípulos.

b). Jesus havia dito a eles que, destes dois mandamentos dependiam “toda a lei e os profetas.” (v. 40); e não o seu Evangelho.

c).O Senhor não lhes revelou os dois maiores Mandamentos do seu Evangelho, por uma questão bem simples: Ele, já havia dito antes que, os mistérios do reino dos céus, não era mensagem para os escribas e fariseus, mas, sim para a sua Igreja.
“Ele, respondendo, disse-lhes: Porque a vós (Igreja) é dado conhecer os mistérios do reino dos céus, mas a eles (os escribas e fariseus) não lhes é dado.” Mt. 13:11

E ATÉ O DIA DE HOJE, O VÉU ESTÁ POSTO SOBRE ELES:
Até hoje, vemos os defensores do sábado, usarem desses dois mandamentos acreditando que pertencem ao Evangelho de Cristo; o que não é verdade.
Embora, eles estejam escritos no Evangelho, não fazem parte D’ele; como também, muitos outros casos mencionados por Jesus, registrados no Evangelho; que não são mensagens direcionadas à Igreja. Exemplos:

Jesus, disse aos escribas e fariseus que, não lhes daria nenhum outro sinal, acerca do fim dos tempos, senão o sinal do profeta Jonas (Lc. 11:29-32).
No entanto, a mensagem para a sua Igreja, foi outra: Para Ela, o Senhor ensinou os sinais, que precederão a sua Vinda. (Mt. 24:3-51).

Jesus, disse aos escribas e fariseus, para eles dizimarem os (10%). Mt. 23:23.
No entanto, a mensagem para a sua Igreja, foi outra: O Senhor, disse para Ela “exceder” a justiça deles. O que inclui a forma de dizimar também. Mt. 5:20.

3º OS MANDAMENTOS DO EVANGELHO, PARA A IGREJA:
Conforme mostramos na postagem dos “DOIS CONCERTOS” TESTAMENTÁRIOS;” houve uma grande transformação e progressão, do 1º, para o 2º Concerto; da lei e os profetas para o Evangelho de Cristo.
“Mas agora alcançou Ele (Cristo) ministério tanto mais excelente, quanto é mediador de um melhor concerto, que está confirmado em melhores promessas.” Hb. 8:6

Por isso, que o Ministério de Cristo e do seu Espírito, recebeu o a qualificação de “excelente, perfeito e eterno.” Qualidades essas, jamais dirigidas ao 1º concerto, com a lei e os profetas.

NOTA: Os defensores do sábado costumam usar algumas passagens proféticas do Antigo Testamento, para tentar dar aos dez mandamentos, as qualificações à cima, exemplo:
“A lei do Senhor é perfeita e refrigera a alma” Sl. 19:7a.
No entanto, desconhecem que os Salmos eram e são proféticos; e, portanto o salmista, não estava qualificando a lei da sua época (os dez mandamentos) de perfeita (mesmo porque, ela a nenhuma coisa aperfeiçoou Hb. 7:19); e sim, fazendo menção da lei perfeita: A de Cristo, o seu Evangelho, que viria num futuro próximo. Gl. 6:2.
“Aos quais foi revelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas que agora vos foi anunciadas...” 1ª Pe. 1:12a.

E ainda, o próprio versículo (Sl. 19:7), mostra que a interpretação dos nossos amigos, é forçada e sem nexo; pois, como uma lei direcionada à carne (Hb. 7:16) e ao homem terreno (1 Co. 15:47); poderia refrigerar a alma de alguém?
Portanto, a lei perfeita que realmente refrigera a alma, referida profeticamente por Davi, era e é a lei de Cristo, ou seu Evangelho:
“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.
Tomai sobre vós meu jugo ( o Evangelho), e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” Mt. 11:28-30;

Agora, veremos detalhadamente, como Cristo fez esta maravilhosa transformação, dos dez mandamentos das “sombras da lei” (Hb. 10:1); para os Dez Mandamentos da “luz do seu Evangelho.”

“Porque, tendo a lei a sombra dos bens futuros...” Hb. 10:1a.

OS DEZ MANDAMENTOS DA LEI E OS PROFETAS:
Resumidos pela lei e os profetas:
O PRIMEIRO MAND. Êx. 20:3.
O SEGUNDO MAND. 2ºÊx. 20:4-6.
O TERCEIRO MAND. Êx. 20:7.
Estes três, foram resumidos em um só: "AMARÁS O SENHOR TEU DEUS SOBRE TODAS AS COISAS.” Dt. 6:5

O QUARTO MAND. Êx. 20:8-11.
“LEMBRA-TE DO DIA DO SÁBADO, PARA O SANTIFICAR.”Dt.5:12
Este mandamento, é relativo ao descanso corporal do homem.

O QUINTO MAND. Êx.20:12.
O SEXTO MAND. Êx.20:13.
O SÉTIMO MAND. Êx.20:14.
O OITAVO MAND. Êx.20:15.
O NÔNO MAND. 9ºÊx.20:16.
O DÉCIMO MAND. 10ºÊx. 20:17.
Os seis mandamentos restantes, relativos do amor ao próximo, foram resumidos em um só:
"AMARÁS O TEU PRÓXIMO COMO A TI MESMO” Lv.19:18

“Porque, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança da lei.” Hb. 7:12.

OS DEZ MANDAMENTOS DO EVANGELHO
Resumidos por Jesus Cristo:
O PRIMEIRO, O SEGUNDO E O TERCEIRO MAND. do Evangelho, também estão relacionados à pessoa de Deus.
“OS VERDADEIROS ADORADORES ADORARÃO O PAI EM ESPÍRITO E EM VERDADE.” Jo. 4:23.

O QUARTO MAND. já está relacionado com nosso descanso eterno em Cristo.
JESUS,O SENHOR DO SÁBADO Mt.12:1-8.
“VINDE A MIM, TODOS OS QUE ESTAIS CANSADOS E OPRIMIDOS, E EU VOS ALIVIAREI.
...E ENCONTRAREIS DESCANSO PARA AS VOSSAS ALMAS.” Mt. 11:28-29

O QUINTO, O SEXTO, O SÉTIMO, O OITAVO, O NÔNO E O DÉCIMO MAND. estão relacionados "A MANEIRA PERFEITA DE AMOR AO PRÓXIMO"; demonstrada por Jesus, no Calvário.
“UM NOVO MANDAMENTO VOS DOU: QUE AMEIS UNS OUTROS; COMO EU VOS AMEI A VÓS, QUE TAMBÉM VÓS UNS AOS OUTROS VOS AMEIS."JO.13:34

Os Mandamentos do Evangelho na sua excelência, não são somente esses dez; pois, existem Nele, muito mais mandamentos; os quais, o Espírito Santo ensinará às suas ovelhas, que ouvem a sua voz.
Disse Jesus:
“Se guardardes OS MEUS MANDAMENTOS, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.” Jo. 15:10

“Se me amardes, guardareis OS MEUS MANDAMENTOS.” Jo. 14:15.

DEUS APANHA OS SÁBIOS, NA SUA PRÓPRIA SABEDORIA:
O Senhor Deus, permitiu aos estudiosos das Escrituras, o conhecimento D’elas apenas em parte (1º Co. 13:9), como também, permitiu a seus escritores, que registrassem algumas passagens, em espelho e em enigma (1º Co. 13:12); com a finalidade, de humilhar, os soberbos; aqueles que si mesmos, se dizem sábios, os que se dizem grandes conhecedores da sua lei. Afim de que, nenhuma carne se glorie diante D’ele. “..
.Pois está escrito: ele apanha os sábios na sua própria astúcia.
Portanto ninguém se glorie nos homens...” 1º Co. 3:19b.-21).

“Mas o que se gloriar glorie-se nisto: em me conhecer e saber que eu sou o Senhor...” Jr.9:24a.

Com a revelação desse tema, podemos ver tal realidade, o Senhor dando um nó, nos escribas e fariseus, desfazendo seu engano, pela demonstração da verdade; cumprindo o que estava escrito nos profetas:
“Como dizeis: Nós somos sábios, e a lei do Senhor está conosco? Eis que em vão tem trabalhado a falsa pena dos escribas.” Jr. 8:8

ADVERTÊNCIA FINAL:
“Como escaparemos nós, senão atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram.” Hb. 2:3.

Que o Deus Paz, seja sempre exaltado, na pessoa de Seu Santo Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo, através dos verdadeiros Cristãos, que honram o seu Santo Evangelho!!! Amém, Amém e Amém.

Chibolete,

Jaime e Júlio.

avatar
Jaime Dias da Silva

Número de Mensagens : 48
Data de inscrição : 16/02/2011

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum