OS 7 (SETE) ESPÍRITOS DE D’US -TEOFANIA

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

OS 7 (SETE) ESPÍRITOS DE D’US -TEOFANIA

Mensagem por azzi em Qui Jan 13, 2011 7:44 am

O que vc me diz deste artigo abaixo:

OS 7 (SETE) ESPÍRITOS DE D’US - TEOFANIA
(conf. Ap 1:4; Ap 3:1; Ap 4:5; Ap 5:6)

A palavra hebraica “Mashiach”, que significa Messias, é o mesmo que a grega “Cristo” que significa “Ungido” ou “Empossado”.  Então podemos dizer que:

Jesus Cristo Cordeiro é o mesmo que Jesus Ungido Cordeiro ou Jesus Empossado Cordeiro.
Jesus Cristo Rei é o mesmo que Jesus Ungido Rei ou Jesus Empossado Rei .
Jesus Cristo Sumo Sacerdote é o mesmo que Jesus Ungido Sumo Sacerdote ou Jesus Empossado Sumo Sacerdote, e assim por diante.

A palavra grega  “cristão” significa pequeno cristo ou pequeno ungido ou pequeno empossado. Os apóstolos eram chamados de cristãos porque eram empossados de porções relativas ao Espírito de Jesus, a gosto de D’us.

Como o ser humano é, originalmente, a imagem e semelhança de D’us, então vamos encontrar os SETE ESPÍRITOS do ser humano no ser humano. Ok!!!

O ser humano adquire vários títulos, unções ou funções ministériais, no seu dia a dia e ao longo de sua vida, por exemplo: Quando ele nasce ele recebe o titulo de filho e quando exercitado esse titulo, ele é ungido [empossado] na porção ou parcela relativa ao espírito de filho, expressando com atitudes, a função ministerial que, para um melhor compreensão, chamaremos de personagem filho, que não deixa de ser um entre muitos ministérios na vida dele.

Quando ele vai para a escola ele recebe o titulo de estudante e quando exercitado esse titulo, ele é ungido [empossado] na porção ou parcela relativa ao espírito de estudante, expressando com atitudes, o personagem estudante, que não deixa de ser um entre muitos ministérios na vida dele.

Quando ele se casa recebe o titulo de esposo, quando exercido esse titulo, ele é ungido [empossado] na porção ou parcela  relativa ao espírito de esposo, expressando com atitudes, o personagem esposo, que não deixa de ser um entre muitos ministérios na vida dele. Da mesma forma acontece quando ele ganha os títulos de  pai, tio, sogro, avo, pastor, empregado, motorista,  patrão, governador, rei, deputado, prefeito, etc.

Por outro lado o homem não consegue assumir e exercitar dois ou mais funções ministériais [personagens] ao mesmo tempo, por exemplo: ele não consegue exercitar os ministérios [personagens] de empregado, pai e marido ao mesmo tempo. Se ele der atenção ao filho, não conseguirá dar atenção devida à esposa ao mesmo tempo, e muito menos com a atividade de empregado, é necessário que ele exerça uma função ministérial (personagem)de cada vez, porque ele vive em função do tempo e do espaço.

Se eu somar todas as porções (ou funções ministeriais) de espíritos relativos, ungidas [empossadas] ao longo da vida desse homem, ou seja, somar todos as funções ministériais [personagens], eu vou obter a plenitude total do espírito desse homem, não é mesmo!!!. Então, eu digo que esse homem tem “SETE ESPÍRITOS”, pois, o numero 7 (sete), biblicamente, simboliza a plenitude total de alguma coisa, que no caso seria o espírito pleno desse homem.

Quando o “personagem no ministério de empregado” se aposenta ele encerra a sua atividade ministerial de empregado, então, o “personagem  empregado” morreu, mas, o “ser humano” ainda vive e ele pode ressuscitar o “personagem empregado” apenas voltando a trabalhar novamente, não é mesmo!!!.

Quando a mulher do homem morre o “personagem no ministério de  marido” morre junto, mas, o “ser humano homem” ainda vive e pode ressuscitar o “personagem marido” apenas casando-se novamente, e assim sucessivamente. Ok!!!.

Então o  “ser humano” é a fonte de origem [Pai] que emana várias funções ministériais [personagens] expostos ao longo da vida desse homem”. Certo!!!.

D’us, “a gêneses corporativa indivisível”, o Elohim [=Pai+Palavra+Espirito] não  vive em função do tempo e nem do espaço porque ambos foram criados por ele e se curvam diante dele.

Por isso, D’us, pode tanto manifestar-se na plenitude total de seu Espírito, ou seja, com os “SETE ESPÍRITOS” (Ap 1: 4; Ap 3: 1) cheio de gloria e poder, como também pode manifestar-se em funções ministeriais (personagens) sem influencia do tempo, tal como tem se manifestado, por exemplo, a João (Ap 1: 13 a 18), a Daniel (Dn 10: 4 a 10) e a outros. A estas funções ministeriais personificadas de D'us é dado o nome de TEOFANIA (Cristofania).

Ora uma pessoa adulta para evangelizar uma criança, por exemplo de três  anos, é necessário que a sua palavra esvazie-se de si mesma a ponto de entrar dentro dos limites de compreensão da criança tornando-se semelhante a criança, porem, sem perder as suas características, não é mesmo!!!.

Por isso Jesus, a Palavra de D’us que é D’us (Jo 1:1), subsistindo em forma de D’us, Ele não julgou como roubado por alguém a sua divindade que o fazia igual a D’us (Fp 2: 6), antes, esvaziou-se, espontaneamente,  de sua igualdade como D’us (Jo 5: 18) a ponto de se declarar menor que sua origem, o Pai (Jo 14: 28), e até mesmo menor que os anjos (Hb 2:7). Depois, entrou dentro dos limites de compreensão do homem tornando-se semelhante ao homem e reconhecido em figura humana (Fp 2: 7 a 11) com o propósito de se manifestar em funções ministériais [personagens] compreensíveis ao homem.

Jesus, manifestou-se na função ministerial de Filho do Homem, ou seja, como sendo o (personagem) ultimo Adão (conf. 1Co 15: 45), ao qual descendemos hoje, por este motivo nasceu, cresceu, estudou as escrituras, adquiriu novamente a sabedoria e força (Lc 2: 39, 40), viveu e morreu conforme a lei, portanto, Jesus (=D’us) é fiel para com sua Palavra contida nas Escrituras Sagrada. Jesus manifestou-se também encarnado na função ministerial de (personagem)Juiz para julgar Sodoma e Gomorra na presença de Abraão e dois anjos para tê-los como testemunhas de sua justiça (compare Jo 8: 56 a 58 com Gn 18).

Manifestou-se na função ministerial (personagem) de Mensageiro (Anjo) fazendo-se na forma de um Anjo, como fez a Moisés  em uma sarça (Ex 3:1 a 6). Ele é D’us e tudo pode,  Ele é ilimitado, onipotente, onipresente e onisciente, caso ao contrario D’us seria impotente e deixaria de ser o Todo Poderoso e D’us Verdadeiro.

Manifestou-se também encarnado na função ministerial (personagem) de Senhor dos Exércitos para lutar contra os exércitos de Jericó na presença de Josué para tê-lo como testemunha de sua ação poderosa e de sua soberania e justiça (Js 5:13 a 15).

Manifestou-se também encarnado na função ministerial de (personagem) Senhor, Cordeiro Expiatório, Ressurreição, Sumo Sacerdote, etc, tal como fez aproximadamente a dois mil anos atrás na Palestina (Jo 1:14; Fp 2:7).

A plenitude total do Espirito de Divindade, que habita, corporalmente, em Jesus (Cl 2:9), que é, biblicamente, simbolizada pelo numero 7 (SETE) (conf. Ap 1:4; Ap 3:1; Ap 4:5; Ap 5:6), foi fragmentada, ou melhor, derivada  em varias unções (porções), ou seja,  em várias FUNÇÕES MINISTERIAIS, (por exemplo: 7=1+1+1+1+1+1+1), com o propósito de Jesus [o Verbo] se manifestar, dentro dos limites de compreensão do homem, em funções ministeriais (personagens) específicos ao longo de sua existência terrena, expressando pouco a pouco, de porção ungida em porção ungida, sua igualdade como D’us (Hb 1:3; Cl 1:15; Fp 2:6) para que o homem viesse a conhecer, compreender, religar e comungar com D’us, o Elohim  [Pai, Palavra e Espírito]], a gêneses corporativa indivisível (Jo 14:9).

Logo, no plano terreno, Ele foi se integrando sucessivamente, ungido ou empossado [cristo], para cada ocasião específica, com varias porções ou parcelas [função ministerial] relativas de Espírito de D’us, até atingir, novamente, a plenitude integral de seu Espírito e gloria, que ele tinha junto  ao Pai antes da criação (Jo 17: 5).

O Espírito de Jesus (ou, seja: YeHoWaH salvador = Yeho-shua = Yeshua) é o Espírito Santo de D’us (At 16: 6 e 7; Gl 4: 6; Ap 1: 17, 18; Ap 2: 7, 17, 29; Ap 3: 6, 13, 22; Ap 22: 17) que também é o Espírito do Pai (Mt 10:20).

A bíblia sagrada revela, Jesus sendo gradativamente empossado ou ungido [cristo] em VÁRIAS FUNÇÕES MINISTERIAIS, (ou vários personagens) integrando as porções relativas ao Espírito de:

O Cordeiro de D’us (Jo 1: 29).
O Sumo Sacerdote e Apostolo (Hb 3: 1; Hb 5: 10).
O Profeta (Jo 4: 19).
O Supremo Pastor (1ºPe 5: 4).
O Esposo (Ap 19: 7; Jo 3: 29).
O Advogado (1ºJo 2: 1).
O Senhor e Mestre (Jo 13: 14; Lc 18: 18 e 19).
O Senhor e Rei (Ap 19: 16).
O Anjo ou Mensageiro (Êx 3: 2 a 6).
O Juiz ou Palavra que julga (Jo 5: 22; Jo 12:48).
O Mediador e Homem - novo Adão (1ºTm 2: 5).
O Novo e Ultimo Adão (1Co 15: 45),
O Alfa e o Omega = Palavra de D’us manifestada na forma escrita (Ap 22: 13).
O Principio e o Fim = Tudo começa nEle e termina nEle  (Ap 22: 13).
O Primeiro e o Ultimo = o único D’us (Ap 22: 13)
O Emanuel = D’us encarnado conosco (Mt 1: 23)
O Siloé = o enviado ou anjo (Jo 9: 7; Jo 13: 16).
A Ressurreição (Jo 11: 25).
O Nosso Irmão Primogênito - então Ele tem a primazia por lei (Rm 8: 29; Cl 1: 15 a 18).
O Pecado = pois se fez pecado por nós (2ªCo 5: 21).
O Maldito = Ele se fez maldição por nós por isso o pai o abandonou na cruz (Gl 3: 13).
A Porta (Jo 10:7 e  9).
O Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14: 6).
A Luz (Jo 9: 5).
O Pão Espiritual (Jo 6: 35).
O Maravilhoso Conselheiro (Is 9: 6).
O D’us Forte (Is 9: 6).
O Príncipe da Paz (Is 9: 6).
O Pai da Eternidade (Is 9: 6).
A Agua da Vida (Ap 22: 16 e 17).
O Poder Legislativo, Judiciário e Executivo (Is 33: 22; Tg 4: 12; Ap 19: 11 a 16).
O YeHoWaH Salvador (Tt 1: 4; Tt 2: 13; 2ºPe 1: 1; 2ºTm 1: 10; Fp 3: 20).
O YeHoWaH provedor/Jire (Jo 14: 14).
O YeHoWaH que cura/Rafa (Jo 9: 18).
O YeHoWaH dos exércitos/Sabaote (Ap 19: 14).
O YeHoWaH da paz/Shalom (Jo 14: 27), etc.

Só para você ter uma idéia de como funciona essas funções ministeriais (personagens), cito este exemplo: Foi a função ministerial de (personagem) Cordeiro Jesus que morreu la na cruz, e não o Ser Divino Jesus (=D’us), o qual é a Vida Eterna ,então Ele não morre.

Jesus, se fazendo na função ministerial de (personagem) Jesus Ressurreição, ressuscita o (personagem) Jesus Cordeiro.

Jesus, se fazendo Sumo Sacerdote, pega o sangue do Jesus Cordeiro, e,  como prova de que o Cordeiro cedeu a sua vida em troca da morte de alguém, apresenta ao D’us trino, chamado também, Jesus = Yeshua = Ye(hovah)shua = Jeová Salvador.

Conclusão:
Independente da atividade ministerial que Jesus exercer, Ele nunca deixará de ser D’us, pois:

Jesus É D’us que SE FAZ Homem [filho do homem].
Jesus É D’us que SE FAZ o ultimo e novo Adão o qual descendemos agora.
Jesus É D’us que SE FAZ Cordeiro.
Jesus É D’us que SE FAZ Sumo Sarcedote.
Jesus É D’us que SE FAZ Rei.
Jesus É D’us que SE FAZ Profeta.
Jesus É D’us que SE FAZ Anjo [do Senhor].
Jesus É D’us que SE FAZ Supremo Pastor.
Jesus É D’us que SE FAZ Irmão [primogênito].
Jesus É D’us que SE FAZ Esposo.
Jesus É D’us que SE FAZ Pai.
Jesus É D’us que SE FAZ Pecado por nós.
Jesus É D’us que SE FAZ Maldito por nós.
E assim sucessivamente...

Há quem diga erroneamente que Jesus tenha duas naturezas, uma divina e outra humana. Ora, se considerarmos que Jesus “É” Homem, então, D’us cometeu um ato abominável aceitando um sacrifício de um ser humano na cruz. Percebeu a incoerência? Alem disso, está escrito, D’us não “É” Homem (Nm 23: 19), e Jesus é D’us (Jo 1: 1 e 14)

Portanto, a palavra “É (=verbo SER)”, é diferente da expressão “SE FAZ (=verbo FAZER)”. Ora, o que são 33 anos terrenos se Jesus, sendo D’us  Criador, é anterior a própria Eternidade que Ele criou? Absolutamente nada!

Ye(hovah)shua Ha Mashiach


Última edição por azzi em Ter Jul 30, 2013 10:16 pm, editado 2 vez(es)

azzi

Número de Mensagens : 41
Data de inscrição : 15/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 7 (SETE) ESPÍRITOS DE D’US -TEOFANIA

Mensagem por azzi em Ter Jul 30, 2013 12:20 pm

Shalom!
Um exemplo de Teofania:

Se Yesus (Yeshua) é originalmente semelhante a D’us como nós somos (como dizem alguns), então ele não esvaziou-se de si para ser feito homem porque ele já era homem. Percebeu a incoerência?

Então, como é que fica este versiculo?

1 Timóteo 2:5, onde diz:
Porque há um só D’us, e um só Mediador entre D’us e os homens, JESUS CRISTO HOMEM.

O curioso é que neste verso de 1Timoteo 2:5 frisa ...”Jesus CRISTO HOMEM”, ao invés de dizer simplesmente ”Jesus Cristo” ou apenas “Jesus”. Porque será?

Esta palavra grega “oCristo” é a tradução da palavra hebraica “HaMashiach”, que significa "o ungido", ou seja, Jesus Cristo é o mesmo que dizer Jesus o Ungido, portanto, quando se lê “Jesus Cristo Homem”, é o mesmo que dizer Jesus o Ungido Homem.

Ora, se Yesus (Yeshua) Foi ungido Homem, fica entendido que Ele não é naturalmente humano, mas se fez homem (se fez carne) por unção.

Assim como Yesus (Yeshua) foi também ungido Cordeiro (Jo 1: 29), e fica entendido que Ele não é naturalmente Cordeiro, mas se fez Cordeiro por unção.

Assim como Yesus (Yeshua) Foi também ungido Anjo do Senhor, e fica entendido que Ele não é naturalmente Anjo, mas se fez Anjo por unção (Êx 3: 2 a 6).

Caso você não concorde, pergunto:
Você crê que Yesus (Yeshua) tem 4 naturezas: divina, humana, animal e angelical?


Veja o que o próprio Yesus (Yeshua) disse sobre a sua unção, observe:

(Lucas 4:18) O Espirito do Senhor é sobre mi , pois que ME UNGIU para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, (19) - A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR.

Veja tambem neste verso sobre a unção de Yeshua, observe:

(Hebreus 1:9) - Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade; POR ISSO D’US, O TEU D’US, TE UNGIU Com óleo de alegria mais do que a teus companheiros.


A mesma coisa acontece em vários versículos quando é frisado a expressão “segundo a carne” dando a entender que a natureza de Yesus (Yeshua) não é humana mas Ele se fez carne (se fez homem), tal como esta escrito em Jo 1:14 (o Verbo se fez carne)

Agora, se não tivesse este expressão “segundo a carne”, ai você poderia concluir que Yesus (Yeshua) é de fato naturalmente homem (=ser humano), porem, você cairia na questão que D’us abomina: O sacrifício de um ser humano (Yesus (Yeshua)) para remissão de pecados.

Entenda uma coisa, se esta expressão “segundo a carne”, não fosse tão importante assim, ela não estaria nestes versiculos abaixo! Observe:

(Romanos 1:3) - Acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi SEGUNDO A CARNE,

(Atos 2:30) - Sendo, pois, ele profeta, e sabendo que D’us lhe havia prometido com juramento que do fruto de seus lombos, SEGUNDO A CARNE, LEVANTARIA O CRISTO, para o assentar sobre o seu trono,

(Romanos 9:5) - Dos quais são os pais, e DOS QUAIS É CRISTO SEGUNDO A CARNE, o qual é sobre todos, D’US BENDITO ETERNAMENTE. Amém.

(2 Coríntios 5:16) - Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne e, ainda que também tenhamos CONHECIDO CRISTO SEGUNDO A CARNE, contudo agora já não o conhecemos deste modo.

(Hebreus 5:7) - O QUAL, NOS DIAS DA SUA CARNE, oferecendo, com grande clamor e lágrimas, orações e súplicas ao que o podia livrar da morte, foi ouvido quanto ao que temia.


Outro exemplo:

Esta expressão “EM CRISTO” no verso 22 abaixo, é o mesmo que dizer “NO UNGIDO”. No que Yesus (Yeshua) foi ungido neste verso 22? Conforme verso 45 Yesus (Yeshua) foi ungido como sendo O ÚLTIMO ADÃO (=HOMEM)! Veja:

(1 Coríntios 15:22) - Porque, assim como todos morrem em Adão, assim também todos serão vivificados EM CRISTO...(45) - Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente; O ÚLTIMO ADÃO em espírito vivificante.

Portanto, assim como eu, um ser limitado, posso me fazer no espírito de criança sem ser de fato criança. Muito mais D’us, um ser ilimitado, pode se fazer no espírito de homem sem ser de fato homem.

(Gn 18:14) - Haveria coisa alguma difícil ao SENHOR (YHWH)?

Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Homem (1ºTm 2: 5, Fp 2:7).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de ultimo Adão (1Co 15: 45).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Cordeiro (Jo 1: 29).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Sumo Sacerdote (Hb 3: 1).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Apostolo (Hb 3: 1).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Rei (Ap 19: 16.
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Profeta (Jo 4: 19).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Anjo do Senhor (Êx 3: 2 a 6).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Supremo Pastor (1ºPe 5: 4).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Irmão (Rm 8: 29)
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Esposo (Ap 19: 7; Jo 3: 29).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Pai (Is 9: 6,  Jo 14:18).
Yesus (Yeshua) É D’us que SE FAZ ungido na porção de espirito de Advogado (1ºJo 2: 1).
E assim sucessivamente...

Shalom!

azzi

Número de Mensagens : 41
Data de inscrição : 15/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 7 (SETE) ESPÍRITOS DE D’US -TEOFANIA

Mensagem por azzi em Sex Ago 30, 2013 6:08 pm

Shalom!

Ccristo é o termo usado em português para traduzir a palavra grega Χριστός (Khristós) que significa "Ungido". O termo grego, por sua vez, é uma tradução do termo hebraico מָשִׁיחַ (Mashiacḥ), transliterado para o português como Messias.

Ungir significa derramar óleo sobre, ou passar óleo em. Portanto, UNGIDO é alguém sobre quem se derramou óleo, ou alguém em que se passou óleo.

No texto original do Tanach (Antigo Testamento), em hebraico, a palavra MASHIACH é usada para designar pessoas que foram ungidas para exercer alguma função.

O sacerdote é chamado de MASHIACH (Levítico 4:3), pois ele foi ungido para exercer a função de sacerdote (Êxodo 30:30).

O rei de Israel também é chamado de MASHIACH, pois foi ungido para exercer a função de rei (1 Samuel 10:1 e 16:13).

Quando foi feita a tradução do Antigo Testamento para o grego, onde aparecia a palavra MASHIACH, esta foi traduzida para CHRISTOS.

As palavras Yeshua haMASHIACH, Yeshua o MESSIAS, Yeshua oCRISTO, Yeshua o UNGIDO ou Yeshua o EMPOSSADO, são sinônimos.

Yeshua foi ungido, veja:

(Lucas 4:18) O Espirito do Senhor é sobre mi , pois que ME UNGIU para evangelizar os pobres. Enviou-me a curar os quebrantados do coração, (19) - A pregar liberdade aos cativos, E restauração da vista aos cegos, A pôr em liberdade os oprimidos, A anunciar o ano aceitável do SENHOR.

Veja tambem neste verso sobre a unção de Yeshua, observe:

(Hebreus 1:9) - Amaste a justiça e odiaste a iniqüidade; POR ISSO D’US, O TEU D’US, TE UNGIU Com óleo de alegria mais do que a teus companheiros.


AZZI

azzi

Número de Mensagens : 41
Data de inscrição : 15/09/2009

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: OS 7 (SETE) ESPÍRITOS DE D’US -TEOFANIA

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum