SP: Após 10 horas, polícia volta a contatar seqüestrador

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

SP: Após 10 horas, polícia volta a contatar seqüestrador

Mensagem por Vinicius_SG_RJ em Qua Out 15, 2008 10:40 am

SP: Após 10 horas, polícia volta a contatar seqüestrador






São Paulo - A polícia conseguiu contatar Lindembergue Fernandes Alves, 22 anos, que mantém a ex-namorada, Heloá, 15 anos, refém em Santo André (SP), após quase 10 horas. O jovem havia sido contatado quando libertou adolescente Nayara, 15 anos, por volta das 22h50, após cerca de 33 horas de seqüestro. Desde então, o celular usado pelo rapaz estava desligado. A polícia continuou as tentativas, mas só conseguiu uma ligação na manhã desta quarta-feira, por volta das 8h45.

O seqüestro teria começado devido à recusa da jovem de reatar o namoro com Lindembergue Alves. De acordo com uma amiga de Heloá, ele teria terminado o namoro depois de ter brigado com a namorada em razão do ciúme por um colega de escola. Neste mês, ele teria tentado reatar o relacionamento, mas a garota teria negado.

Segundo a PM, o suspeito ligou para os agentes e pediu para retomar a negociação por volta das 22h de terça. Ele solicitou à polícia que reestabelecesse a energia elétrica no apartamento para que pudesse conversar com as meninas. O pedido foi atendido por volta das 22h10. Em troca, ele prometeu que liberaria uma delas em 40 minutos.

Após ser libertada, a amiga disse que Heloá estava muito nervosa. Ela foi encaminhada a um pronto-socorro da região para fazer exames e fará corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). Nayara contou aos policiais que o suspeito agrediu a ex-namorada com socos e pontapés.

A luz havia sido desligada pelos policiais às 16h. Por volta das 21h40, cerca de 500 pessoas que acompanhavam a movimentação no local se assustaram ao ouvir um barulho semelhante a um tiro. O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) afirmou que tratava-se de uma bombinha.

Mais cedo, o capitão da Polícia Militar Adriano Giovannini, do Gate, afirmou que o suspeito disse diversas vezes que só sairia do apartamento morto. "Ele disse que não se entregaria porque não queria ser preso", afirmou.

Nayara estava presa com Heloá no local desde as 13h30 de segunda-feira. O crime ocorreu supostamente porque a ex-namorada não quis reatar o namoro com o suspeito. As meninas estavam acompanhada de dois amigos e fariam um trabalho para a escola. Os dois colegas foram libertados na noite de segunda-feira.

Desde terça o suspeito teria disparado ao menos quatro vezes de uma janela do apartamento. Segundo o capitão da PM, Lindembergue afirmou várias vezes à polícia que tem muita munição e uma arma.

As informações são de Vagner Magalhães, do Terra

_________________
Todos os Membros Leiam esse Topico: Novas Regras do Fórum > http://forumevangelico2.forumeiros.com/regras-e-novidades-f1/regras-importantes-t206.htm
avatar
Vinicius_SG_RJ
Admin
Admin

Masculino
Número de Mensagens : 232
Idade : 27
Localização : São Gonçalo/Rio de Janeiro
Data de inscrição : 29/04/2008

Ver perfil do usuário http://forumevangelico2.forumeiros.com/index.htm

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum